top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Saullo Vianna protocola moção de pesar pelo falecimento de Amazonino

O deputado federal Saullo Vianna (União-AM), formalizou, nesta segunda-feira (13), junto à Mesa Diretora da Câmara Federal, requerimento de Moção de Pesar pelo falecimento do ex-governador do Amazonas, Amazonino Mendes, de 83 anos, ocorrido no último domingo (12) em São Paulo.

“Em 2018, minha estreia na política, fui candidato a deputado estadual na coligação que tinha como candidato à reeleição de Governador, Amazonino. Nascido no interior, Negão, como era carinhosamente conhecido, será sempre lembrado por tudo que ajudou a construir na história do nosso povo”, disse Saullo, que também solicitou um minuto de silêncio durante a sessão em respeito ao histórico do ex-governador.

No seu primeiro mandato como Governador lançou as bases para o crescimento do Festival de Parintins. Em 1988, construiu o Centro Cultural de Parintins, mais conhecido como "Bumbódromo", com capacidade para 35 mil pessoas, sendo utilizado como escola nos outros períodos do ano.

Sua gestão foi marcada por diversas obras de urbanização, saúde, mobilidade e infraestrutura. A orla da Ponta Negra em Manaus e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) são duas das suas maiores obras.

Disputou sua última eleição em 2022, tentando novamente o governo do Amazonas, mas ficou de fora do 2º turno. Na ocasião, não apoiou nem Eduardo Braga (MDB) nem Wilson Lima (UB), que foi reeleito.

4 visualizações0 comentário
bottom of page