top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Saullo Vianna diz que apoio do Governo Federal será essencial para amenizar impactos da estiagem


Após visita de comitiva liderada por Alckmin, Saullo Vianna diz que apoio do Governo Federal será essencial para amenizar impactos da estiagem

O deputado federal Saullo Vianna (União) participou da visita feita pelo vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, que liderou uma comitiva de ministros a Manaus (AM), na quarta-feira (4), para avaliar a situação causada pela seca histórica que atinge 58 municípios do Amazonas. Para ele, o apoio do Governo Federal será essencial para amenizar impactos da estiagem

“O Amazonas vive um momento extremamente difícil. Nossos municípios estão ficando isolados, nossa logística está prejudicada e a escassez de itens começa a se agravar. A vinda do vice-presidente e dos ministros e os compromissos assumidos aqui hoje, determinados pelo presidente Lula, são uma demonstração de que o Governo federal está sim comprometido com o nosso estado e vai ajudar muito a reduzir os impactos que estamos sofrendo”, disse Saullo Vianna.

Em coletiva de imprensa, Alckmin destacou a assinatura da ordem de serviço para duas dragagens, uma no Rio Solimões e outra no Rio Madeira, para recuperar a capacidade de navegação de ambos. A primeira obra terá 8 km de extensão, com duração de 30 dias e custo de R$ 38 milhões. A segunda, em 12 km, terá duração de 45 dias e custo de R$ 100 milhões.

Por meio da Defesa Civil nacional, o Governo Federal também liberará recursos e está assessorando os municípios a prepararem seus planos de ajuda humanitária, e os apoiará com envio de alimentação, água e combustível — além de medicamentos, que serão enviados pelo Ministério da Saúde. “Não faltarão recursos. O que tiver de necessidade, vão encaminhando pra gente poder, dentro da lei, liberar os recursos o mais rápido possível e atender à população”, afirmou o vice-presidente.

Além disso, ele também garantiu que governo federal e a Caixa Econômica vão antecipar o pagamento do programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) aos beneficiários que moram em regiões afetadas pela estiagem, além da antecipação do seguro-defeso aos pescadores pelo período em que foram prejudicados.


Energia


Segundo Alckmin, de imediato, não há risco de falta de energia nas áreas afetadas porque o Ministério de Minas e Energia adotou ações preventivas, como estocagem de óleo diesel, para garantir o suprimento de energia por aproximadamente 30 dias em 169 sistemas isolados do Amazonas.

“Embora nós tenhamos a paralisação da usina de Santo Antônio, que parou a operação por falta d'água, está abaixo do nível, não há problema nesse momento. A estocagem de diesel foi significativa e, para o futuro, os leilões de transmissão serão muito importantes para Rondônia”, afirmou Alckmin.

2 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page