top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Saullo Vianna destina emendas para combate à fome, infraestrutura e saúde de Manaus


Em uma demonstração de compromisso conjunto no combate à fome em Manaus, o deputado federal Saullo Vianna (União-AM) e o prefeito David almeida lançaram na manhã desta terça-feira (19), o programa "Manaus Sem Fome". O parlamentar destinou emendas federais para a realização do projeto, que visa fornecer mais de 3 milhões de refeições por ano, e foi apresentado durante a inauguração da segunda unidade do restaurante "Prato do Povo", localizado no bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

As emendas de Saullo contemplam ainda a revitalização de ramais na zona rural e reforço para a saúde da capital. "O Programa 'Manaus Sem Fome' é uma resposta necessária para uma realidade alarmante. No Amazonas, há muitas pessoas passando fome. Meu compromisso é contribuir para mudar esse quadro de flagelo social", afirmou o deputado.

O parlamentar alertou que, somente em Manaus, mais de 315 mil famílias vivem em situação de pobreza e dentro da linha de insegurança alimentar e, a Secretaria de Direitos Humanos estima em duas mil pessoas em situação de rua vivem a insegurança alimentar diariamente.

A iniciativa envolve ainda a inauguração de 10 novos restaurantes Prato do Povo, reforma de seis cozinhas comunitárias e dois restaurantes populares existentes, além da ampliação do número de refeições servidas nas unidades e a criação do primeiro Banco de Alimentos do município.

“Quando eu procurei o Saullo ele disse: David, eu não vou colocar um restaurante não, eu vou colocar dez restaurantes em Manaus e vocês vão. Ele também destinou emendas para que nós possamos resolver problemas de ramais dentro da nossa cidade. Por isso, eu sou grato. Muito obrigado”, agradeceu o prefeito David Almeida.

Durante a solenidade, o novo espaço "Prato do Povo – Jorge Teixeira" foi apresentado como uma estrutura moderna e funcional, capaz de atender mil pessoas por dia. Essa iniciativa se soma ao total de seis Cozinhas Comunitárias, dois Restaurantes Populares e um Prato do Povo já existentes.

Amazonas - Ao citar dados alarmantes sobre a insegurança alimentar na região, Saullo Vianna ressaltou a importância do programa como uma resposta direta a uma situação crítica. "Segundo o Relatório da Rede PENSSAN, 26% da população do Amazonas está na insegurança alimentar grave, e 17% está na insegurança alimentar moderada. Temos mais de 1 milhão de pessoas passando fome no Amazonas. É muita gente sem amparo", alertou o deputado.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page