top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Saullo se posiciona contra medida de Fernando Haddad para desoneração da folha

O deputado federal Saullo Vianna (União-AM) se manifestou em suas redes sociais sobre a recente medida do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, referente à reoneração gradual da folha de pagamento através de Medida Provisória (MP). Em sua declaração, Saullo expressou sua preocupação com a ação do governo, considerando-a uma afronta ao Congresso Nacional, que havia decidido, por ampla maioria, pela desoneração da folha para 17 setores.

"Eu também concordo que isso seja uma afronta ao Congresso Nacional, que é a casa do povo brasileiro, a Câmara e o Senado", afirmou o deputado. Ele destacou que a matéria foi votada duas vezes, sendo aprovada tanto na Câmara dos Deputados como no Senado, e que o veto do presidente da República foi derrubado recentemente, refletindo a vontade majoritária da casa.

Saullo Vianna integra a Frente Parlamentar do Empreendedorismo e esclareceu que foi feito um pedido ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para devolver a medida provisória ao executivo. Essa ação, se aceita, tornaria a medida sem efeito, representando uma resistência do Congresso contra uma decisão tomada de forma unilateral pelo Executivo.

O parlamentar enfatizou a importância dos setores beneficiados pela desoneração, que desempenham um papel crucial na economia e na geração de empregos. "Essa medida provisória é muito ruim para o país, para esses setores, que são grandes geradores de emprego no nosso país", concluiu Saullo Vianna.

2 visualizações0 comentário
bottom of page