top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Saullo propõe trabalho conjunto com novo ministro do Turismo para desenvolver potenciais do AM

O deputado federal Saullo Vianna (União-AM) prestigiou a cerimônia de posse do ministro do Turismo, Celso Sabino, seu colega do partido União Brasil. Durante o evento, que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), entre outras autoridades, o parlamentar propôs um trabalho conjunto com novo ministro para desenvolver as potencialidades do Amazonas.

“O turismo é muito importante para economia do nosso país e coloco meu mandato de deputado federal à disposição do ministro Celso Sabino para que possamos realizar um trabalho conjunto que nos permita desenvolver essa atividade produtiva no nosso Amazonas, na Amazônia e no país”, diz Vianna, lembrando que o titular da pasta é do estado do Pará.

Apesar do grande número de autoridades presentes à posse, o ministro do Turismo foi o único a discursar. Sabino destacou a importância da interlocução com o Congresso Nacional e reafirmou o que já havia dito em entrevistas, de que pretende aumentar a arrecadação do Brasil com o turismo.

“Nossa metas são ousadas, queremos atingir a casa dos dois dígitos na contribuição do setor com o PIB Nacional. Temos a convicção de que o turismo pode ajudar no avanço da economia do nosso país de forma sustentável, pois é um setor sem chaminés”, afirmou o ministro.


Posse prestigiada


Estavam presentes na cerimônia os ministros Alexandre Padilha e Rui Costa; o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira; o governador do Pará, Helder Barbalho; o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes; o presidente da Embratur, Marcelo Freixo; e os líderes do governo na Câmara e no Senado, José Guimarães e Jaques Wagner.

“Vou fazer ajustes no governo porque nós temos interesse de construir uma maioria para que, até o final de 2026, a gente possa votar coisas importantes, de interesse do povo brasileiro. Por isso, a troca de ministros não pode ser vista como uma coisa absurda, uma coisa menor”, afirmou o presidente Lula.

2 visualizações0 comentário
bottom of page