top of page
  • Foto do escritorSaullo Vianna

Com requerimento de Saullo, GT da Reforma Tributária ouve representantes da Saúde e Educação

Representantes dos setores da Saúde e Educação serão ouvidos no âmbito do Grupo de Trabalho (GT) que analisa a proposta de Reforma Tributária na Câmara. O debate foi proposto pelo deputado federal Saullo Vianna (União-AM), entre outros parlamentares, e será realizado nesta quarta-feira, 12/4, no plenário 2, a partir das 14h30.


Saullo Vianna lembra que as empresas farmacêuticas estão na linha de frente na luta contra qualquer surto de doenças. “Por isso, é fundamental ouvirmos representantes destes setores, essenciais para o país, que poderão contribuir com o texto da reforma com soluções que possam reduzir danos a estes setores que são mais sensíveis, e que porventura possam ser impactados”, diz o deputado amazonense.


Setor de Transportes nas discussões


Considerados também parte essencial do setor de serviços, representantes do ramo dos transportes foram ouvidos nesta terça-feira, 11/4, em reunião do GT da Reforma Tributária da Câmara. Entre outros convidados, membros da Confederação Nacional dos Transportes, que representa 27 federações e cinco sindicatos, trouxeram números que comprovam as perdas que o setor pode sofrer em razão das mudanças na tributação nacional.


O setor deverá ser uma das atividades que deverão contar com tratamento diferenciado, em razão do impacto que têm na renda da população em geral e uma vez que cerca de 159 municípios do país, segundo a CNT, concedem às empresas de transportes públicos subsídios, que deverão ser vetados ou bastante limitados com a Reforma Tributária.


"As possíveis mudanças promovidas pela reforma tributária tendem a afetar diretamente todo o setor e, por isso, é fundamental que os dados e estudos que a CNT possui sobre o tema sejam levados em consideração", afirma o coordenador do GT, deputado Reginaldo Lopes, um dos autores do convite para a discussão do tema.

6 visualizações0 comentário
bottom of page